• Antes de tudo, uma boa conversa com o cliente é sempre importante para entender primeiramente as necessidades e seus desejos do projeto.

  • conhecer o espaço, é fundamental antes do levantamento, já visitar o local, entender a sua estrutura física, conhecer suas limitações e também identificar os possíveis pontos a favor do desenvolvimento do projeto.

  • O levantamento do espaço consiste em anotar todas as medidas, distancias que estarão disponíveis no espaço físico para o projeto. Alem da anotação dessas medidas, o registro fotográfico de todos os detalhes ajudarão muito a relembrar detalhes dos dia da visita.

  • O programa de necessidades ( briefing) é formulado já a partir de uma conversas mais formal com o cliente. Nessa conversa, precisa reunir , se possível, todas as informações sobre os objetivos do cliente.

  • O Estudo Preliminar, o passo que se segue, estuda as opções de layout para os ambientes contratados, tendo como objetivo principal definir a planta baixa, e nela apresentar fluxos, divisões de espaço e nortear o cliente quanto ao funcionamento do dia a dia dos espaços. Nessa etapa também já são apresentados alguns esboços do projeto volumétrico ou algum material de acabamento especifico para uma determinada área.

  • O anteprojeto é a etapa de aprofundamento do estudo. Nesse hora definimos aspectos mais técnicos da obra para facilitar e organizar a execução evitando desperdício de tempo e material. Ainda nessa etapa, apresentamos ao cliente as plantas detalhas dos ambientes além das plantas de cobertura, cortes, fachadas, situação e as imagens 3D para facilitar ainda mais o entendimento do cliente.

  • O projeto de aprovação, é a forma de documentar o projeto para enviar à Prefeitura do município e em seguida conseguir a autorização para que a obra comece a ser executada. Cada Localidade tem as exigências e suas normas, é de fundamental importância o
    arquiteto conhece-las para entregar todos os documentos que explicam que aquele projeto está dentro das exigências legais,
    ou seja: o programa de necessidades, os levantamentos feitos no local da
    obra, o estudo preliminar e o anteprojeto. Algumas reformas de apartamentos, casas ou lojas, não
    precisam de aprovação da Prefeitura. No caso dos apartamentos, é
    importante apenas a aprovação do condomínio junto ao registro de obras no conselho de Arquitetura (CAU).

  • Finalizando as etapas, o projeto executivo, é um conjunto de especificações e documentos necessários para o inicio da obra. Isso se dará através das plantas executivas e construtivas bem como contendo em cada uma delas o que o arquiteto específica com: revestimentos, torneiras, cubas, móveis.

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *